IBP

É para quase tudo

IBP • 10 de setembro de 2018

Campanha sobre a indústria de petróleo e gás, liderada pelo IBP, mostra como o segmento impacta o dia a dia das pessoas e movimenta a economia do país

Pela primeira vez, desde que foi fundado há 60 anos, o Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustível (IBP) estreia uma campanha publicitária. A associação que reúne as principais empresas de Oléo e Gás, que representa cerca de 50% da matriz energética brasileira, mostra ao público o impacto do setor no dia a dia das pessoas e como contribui para o desenvolvimento do país. A comunicação assinada pela WMcCann, que conquistou recentemente a conta, explora o mix de meios para apresentar o posicionamento da marca: “Petróleo. É para quase tudo. É para todos”. A campanha é lançada às vésperas da  Rio Oil & Gas 2018, considerado o maior evento do setor na América Latina, reunindo toda a cadeia produtiva para discutir o futuro da indústria no Brasil e no mundo. O congresso acontece entre 24 e 27 de setembro, no Riocentro.

 “Queremos melhorar materialmente o entendimento da sociedade sobre os benefícios que a indústria de óleo e gás traz para o Brasil. Vamos mostrar o impacto positivo no dia a dia das pessoas e espero que a gente consiga transformar nossas reservas em riqueza para a nação nessa curta janela de oportunidade que se apresenta para as próximas décadas”, conclui José Firmo, presidente do IBP.

Mais do que evidenciar a importância do produto e seus derivados para a economia, a campanha também chama atenção para a janela de oportunidade pela qual passa o país, onde ocorreram as maiores descobertas recentes de petróleo em águas profundas do mundo, tendo o Pré-sal como destaque. Até 2040, o Brasil responderá por mais de dois terços do crescimento previsto para águas profundas. Hoje, o setor responde entre US$ 17 bi a 20 bi de investimentos anuais; contribui para R$ 160 bi em arrecadação governamental e emprega mais de 400 mil trabalhadores.

Toda linguagem da comunicação foi construída para explorar o tema de forma moderna e disruptiva. Com um tom leve, o filme mostra que o petróleo não está presente só em combustíveis de carros e aviões, mas em uma diversidade de coisas usadas todos os dias e que só existem por causa dele. Exemplos disso são notebooks, cremes dentais, cosméticos e até aquelas boias de piscina em formatos de animais que viraram febre entre os jovens.

“Estamos mais do que felizes por termos sido escolhidos para atender à conta de uma organização tão importante para o país e fazer parte deste momento tão significativo para o IBP”, afirma Hugo Rodrigues, Chairman e CEO da WMcCann, acrescentando que a comunicação mostra ao público a relevância desse setor para a economia do Brasil e a vida diária do brasileiro.

Além de filme, a comunicação conta com mídia impressa, digital e OOH e uma plataforma onde estarão expostas diversas informações técnicas relevantes sobre o setor para aqueles que tiverem interesse em se aprofundar no assunto. As peças para mídia impressa e digital destacam como o setor movimenta a economia, gerando empregos direta e indiretamente e contribuindo para os investimentos em inovação, infraestrutura e educação. Uma série de eventos também estão programados no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília onde o tema será abordado detalhadamente.

Sobre o IBP:

O Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustível – IBP teve início em 1957, com a missão de promover o desenvolvimento do setor nacional de Petróleo, Gás e Biocombustível para tornar a indústria competitiva, sustentável, ética e socialmente responsável. Hoje, o IBP reúne mais de 200 empresas e profissionais associados e é reconhecido como um representante da indústria importante por seu conhecimento técnico e por fomentar o debate das grandes questões do setor. Organizador dos principais eventos da indústria no Brasil, o IBP também desenvolve cursos e capacitação de profissionais do setor, normas, certificações e publicações técnicas.